Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



16
Nov18

Tempo mentiroso

por Mãe Maria

Neste precioso momento do dia, em que as horas batem à porta do fim de semana, entram pela janela raios de sol mornos, suves e doces, um consolo quase sem fim. Estico o meu olhar para além da vidraça e o céu está azul.

Vai chover, daqui a poucas horas, avisa-nos o IPMA. Se vai, parece-me uma notícia fora de tempo, já com as barbas de molho. Dá para ficar céptica e ignorar estes alertas vindos dos estudiosos do tempo.

Vivemos um tempo mentiroso que, amua e chora quando menos se dá conta. Repentinamante ri e brilha, vestido de e noite estrelada.

Não há estações definidas e nós parecemos um vira casacos, tira e pões, que ora sopra um vento frio, ora o sol nos queima a pele.

Alterações climáticas preocupantes mas, que pouco se faz para parar este ciclo destrutivo.

Eu me incluo nesta desordem da natureza, embora tente agarrar algumas ideias verdes que me dão a sensação de uma luta inglória.

Estarei a pensar correto? Desistir é solução? Ou sentar-me à espera que os "grandes" comandos deste mundo deixem de olhar para os seus umbigos e parem para salvar, de vez, o planeta em agonia?

Deêm me consolo que ando meia desgostosa com tanto desastre natural, que nos engole sem dó nem qualquer piedade. É a natureza a falar-nos ao ouvido e nós continuamos mudos, cegos e surdos.


3 comentários

Sem imagem de perfil

Nuno 16.11.2018

E eusbdo a natureza grita pelas tempestades terramotos maremotos tsunamis e outros desastres do género ai sim as alterações climáticas preocupam aparentemente e apenas aparentemente quem comanda o mundo
Imagem de perfil

Marta Elle 16.11.2018

Todos devemos lutar para salvar o planeta. Até pequenos gestos fazem a diferença.
Sem imagem de perfil

al3x 19.11.2018

o problema está no excesso. queremos demasiado, sem necessidade.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor