Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O que levam homens a baterem até à morte ou quase morte, da companheira? O que levam as mulheres a matarem ou mandarem matar um homem? O que leva às pessoas decidirem o que fazer da vida dos seus companheiros e a muitas vezes a extingui-la?

Um companheiro(a) não é propriedade do outro. É um ser que, por amor ou outra situação, se juntaram para partilha, não para posse. Ninguém é mercadoria do outro. Ninguém é um pedaço para uso e desuso. Não temos que ser , obedecer e calar.

Há demasiadas pessoas que não distinguem a sua individualidade da dos outros. Nascem com essa necessidade de posse e de subjugação do outro. E a mulher ainda é uma grande vitima desta forma de pensar. Se não és minha então não és de mais ninguém. E bate-se e mata-se cegamente, em nome de uma possessividade.

Nos dias de hoje, onde a informação é cada vez maior, parece ser absudo ver este aumento de casos. Na verdade, ou estes de facto aumentaram, o que é muito preocupante, ou o medo da denuncia diminuiu.

Em qualquer dos casos, basta existir um caso para que se estudem estes fenómenos de violência doméstica, tão absurdos em sociedades que se querem civilizadas, informadas, cultas e humanas.

Bom dia!


1 comentário

Imagem de perfil

Marta Elle 07.03.2019

Também não percebo a mentalidade dessas pessoas. Estragam a vida dos outros e a própria vida.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor