Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 sapos

4 sapos

22
Nov17

Natal outra vez?

Mãe Maria

Chato mesmo.

 

Não consigo digerir bem esta festividade, nem acompanhar a alegria que, o sapo mor desta casa portuguesa, sente. Fica a minha frustração, solta neste fado meu.

 

Prendas...presentes forçados;

Doces...em demasia;

Familía....o gosto de juntar todos, em paz, à volta da mesa, já se perdeu;

Presépio....quase caiu em desuso o que, o meu pai tanto gostava de fazer e que dedicava 100% das suas forças, na sua construção;

Pinheiro...não tem a mesma beleza daquele que cheirava a pinheirinho acabado de ir buscar ao monte;

Chocolates....é o presente de recurso e já enjoa;

Missa do galo...nem este amigo já canta no nosso viver natalício;

25 de dezembro...foi-se o acordar, de manhãzinha cedo, na expectativa de ir ver o que o Menino Jesus, supostamente, deixou aos pés do presépio.

 

E assim, caminhamos para mais uma época natalícia.

Eu vou pé ante pé, de pé, firme e convicta que, o gosto desta época está, definitivamente, perdido e vive para além da Lapónia.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D