Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 sapos

Mãe de dois, 56 anos. Gosto de livros mas não me dedico 100% a eles. As costuras, pintura, cozinha, caminhadas e corridas ocupam o resto do dia. Fazer bolachas é um mimo, escrever é um alimento da alma.

Mãe de dois, 56 anos. Gosto de livros mas não me dedico 100% a eles. As costuras, pintura, cozinha, caminhadas e corridas ocupam o resto do dia. Fazer bolachas é um mimo, escrever é um alimento da alma.

4 sapos

21
Mar19

Leituras compulsivas


Mãe Maria

índice.jpg

Juro-vos que não consigo perceber como há pessoas, assim tipo eu, mãe de família, que sai de manhã cedo para o trabalho, passando ainda pelo ginásio, pelo supermercado, buscando filhos ou netos (no meu caso, sobrinha neta, eh, eh), chegam a casa já quase a anoitecer, se não mesmo noite cerrada, e têm ainda que colocar roupa a lavar, a estender, de dar banho às crianças, mudar a água dos peixinhos, fazer o jantar, arrumar a cozinha, e mil e uma coisas necessárias do dia-a-dia e no fim desta lengalenga, aqui andam e dizem que leem uma porrada de livros por mês.

Como é possível? Não dormem? Têm insónias? Saltam páginas? Não leem os capítulos todos?

Sei que o Marcelo também diz que lê imensos livros. Ele dorme poucas horas segundo dizem, mas mesmo assim, um homem que não se mantém quieto no mesmo sítio, uma mania que já deve ser antiga, fica-me a dúvida como consegue tamanha proeza desta leitura compulsiva a uma velocidade brutal.

Falo mesmo a sério, mesmo estando a tentar levar as coisas para a brincadeira. Eu, para pegar num livro, sou um sarilho.

Bem sei que passo um tempo nas malditas redes sociais, que gosto de passear pelo instagram, de vir aqui escrever umas coisitas e de ler algumas de vocês. Mas caramba, se pego num livro, há tarefas domésticas, da minha responsabilidade, que acumulam, e este vai terminar dali a mais de um mês, se este for de umas 200 páginas que aqueles de mais de 500 é um sarilho para dar um suspiro de tarefa concluida.

Há explicações para estes leitores compulsivos conseguirem devorar, tão velozmente, um cartapácio de muitas letras?

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D