Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Discussão de pensamentos, entre colegas homens e mulheres, a meio da nossa hora da ginástica:

- O teu marido ajuda nas tarefas domésticas, pergunta a colega A?

- Ele não tem que ajudar, comenta uma outra colega, a B, ele tem de fazer.

- Sim, respondo eu. Ele aspira, limpa o pó, muda a roupa da cama, passa a ferro, e outras coisas.

- Chiça, então e o que fazes tu?, diz um deles, o colega D. O rapaz é um escravo.

- Lavo as casas-de-banho, a cozinha, não só o chão, mas também o frigorífico, os móveis, os azulejos, etc. E lavo o chão da casa, ponho a roupa a lavar, estendo-a, embora ele também faça estas coisas caso eu não possa.

- Claro que fazemos muitas outras coisas. E tu ainda fazes as costuras. Acho bem que ele faça se não podes, diz a colega B.

- E limpo os cantinhos onde o marido não chega. Dou uma limpeza maior porque há coisas que ele não limpa.

- Pois, diz o colega D indignado. A minha também tem essa mania. Eu limpo e depois vai fazer o mesmo que eu, porque diz que não llimpei bem. Depois queixa-se que tem muito trabalho. É sempre o mesmo.

- Por isso eu não faço nada, diz o colega X. Não estou para ouvir dela. Ela que aguente, é se quer.

É sempre esta "guerra" entre sexos. Elas queixar-se-ão: Eles nunca fazem nada; Eles só ajudam e deviam era fazer; Eles nunca fazem nada bem; e Eles, dirão: Para elas o que fazemos está sempre mal feito; Elas acham que a gente só ajuda; Elas dizem que o que fazemos é sempre pouco; Elas só nos vêm a ver futebol e sentados no sofá a não fazermos nada.

Conclusão: Esta conversa nunca irá deixar de existir. Elas e eles terão sempre estas queixas no bolso. Somos diferentes, quer queiramos quer não.

E esta conversa é a ponta de um Iceberg nas guerrilhas entre sexos.

 


8 comentários

Imagem de perfil

Luísa de Sousa 04.07.2019

Verdade Mãe Maria, uma conversa que está bem "instituída", não há volta a dar!!!
Confesso que sou mais "picuinhas" que o meu marido no que toca a limpezas, mas deste que tivemos as nossas filhas que tive de começar a "olhar para o lado" se quisesse ajuda dele!!!
E mantive-me a té hoje, com as filhas crescidas. Existem funções em casa que eu tenho mais aptidão, outras ele, e continuamos a fazer cada um as suas!!!
Beijinhos e gostei do post!
Imagem de perfil

Mãe Maria 04.07.2019

temos mesmo que fechar os olhos ou eles, olharem um pouco mais para os pormenores, que estão lá e só não vê quem não quer ou não consegue ver por falta de aptidão ou desligam-se para não serem picuinhas, eh,eh
Sem imagem de perfil

Alguém 04.07.2019

Quando ele faz as coisas, posso não gostar como faz, mas simplesmente olho para o lado, porque tanto eu como ele moramos cá em casa, tanto eu como ele sujamos/ dessarumamos as coisas, escrevi sobre isso no meu blog já algum tempo em https://umbocadodealguem.blogspot.com/2019/02/mulheres-cansadas.html
Imagem de perfil

Mãe Maria 10.07.2019

É preciso saber olhar para o lado. Eu, sei pouco, infelizmente.
Imagem de perfil

Cláudia Ventura 04.07.2019

Verdade. Tem a ver com a educação, acho eu... o meu quando faz alguma coisa, mesmo que não esteja totalmente bem eu digo-lhe que está perfeito! Assim não tem desculpas para não fazer porque nunca faz nada bem!!
Imagem de perfil

Mãe Maria 10.07.2019

Que bom que tens essa capacidade de lhe dizer que está perfeito...
Imagem de perfil
acaba por ser um bocado redundante. eu não tenho grande jeito para algumas tarefas, é a verdade, mas quando a necessidade aparece, que remédio.

isto para dizer que a necessidade é a mãe de todas as causas :)
Imagem de perfil

Mãe Maria 10.07.2019

É verdade. MAs há muitos companheiros que se apoio naquele que faz e esquecem ou fazem-se de esquecidos e dormem à sombra da bananeira.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor