Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



22
Jan14

Beleza a quanto obrigas!

por Mãe Maria

No regresso do almoço para o trabalho passei por uma elegante e loira menina/senhora que, ia bem, sim senhora. Produzida ao mais alto nivel, não havendo poro do rosto que se vislumbrasse tal era a cama de cremes e afins; loiríssima e de cabelos bem penteados pois o Sr. Vento não lhe pregava maldosa partida; de formas bem delineadas, dentro de uma saia bem justa não lhe permitindo dar um passo maior que o desejo. Deixava no entanto transparecer uma insegurança absoluta no caminhar, aproveitando as partes lisas dos passeio, aqueles à berma da  estradam em passinhos miúdinhos e toda curva, de olhos presos ao chão.. estão a ver?

 

Pois pudera, com um salto altíssimo e fininho, mais finos que varas de arames, quem pode caminhar em perfeita posição vertical, por uma calçada portuguesa, suja e gasta, de buracos e altos e baixos?

 

Eu não me atreveria a tal e apetecia-me perguntar-vos se vale a pena perder a liberdade de movimentos por tão falsa beldade, mas não o faço pois se há gente assim, é porque deve valer a pena.

 

Eu cá fico na minha rudeza: baixinha, de salto raso, sem pó de arroz nem tintas no cabelo. Preocupo-me com as gorduras e limito tudo o que entra nesta boquinha. Isso faço, mais do que isso, vou aceitando a minha natureza pois, sendo eu mulher, confesso que gostava de ser uma boazona mas ao natural. Fazer figuras tristes na rua, não obrigado!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor





subscrever feeds