Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



27
Dez18

Ano novo, vida igual

por Mãe Maria

Todos os anos nos despedimos do ano velho e entramos, em euforia, no ano novo, ao som de música, da dança, das luzes e cores, com muita bebida a correr no sangue e muitas outras coisas. Há gostos para tudo e de tudo se encontra.

Para a nova viagem levamos uma mala cheia de resoluções, de mudanças imaginárias que, mal a última badalana da meia noite toca, são arquivadas lá no fundo de nós mesmas e deixamos o tempo rolar. O cérebro diz: começo amanhã, não, só para a semana. E, quando nos apercebemos o ano volta a findar e as resoluções que, no segundo anterior eram decisões acertivas, passam logo para a gaveta e raramente vêem a luz do dia. Poucos de nós as cumprimos. São sempre difíceis e nem sempre os dias seguintes nos oferecem a energia necessária para que elas sejam cumpridas.

No ano velho deixamos as alegrias das quais algumas nos vão deixar saudades. Deixamos as lágrimas porque estas querem-se enterradas. Não fosse a memória e elas entravam num túnel negro e nunca mais lhes quereríamos por os olhos em cima.

Nunca entendi esta filosofia de resoluções novas e o adeus às menos boas do ano velho. Não me parece que, só porque o ano mudou de nome, que uma meta seja, finalmente, engrenada e que saia da cartola um coelhinho.

O Ano novo é somente o virar da sequência rotativa de 12 meses. Só porque o relógio bateu a última badalada, do último mês existente num ano, não creio que se vá conseguir seja o que for que prometemos.

Mas que assim seja. Que sonhem. Que façam promessas. Que cumpram as resoluções. Que as deixem para o ano seguinte. Que sejam felizes. E que 2019 nos traga, apenas, o sabor da alegria.

Tchm, tchim, à vossa!


5 comentários

Imagem de perfil

Marta Elle 27.12.2018

Parece-me que as pessoas encaram o novo ano como um marco que serve de incentivo a mudanças. O importante é serem felizes quer concretizem o que estipularam, ou não.
Imagem de perfil

Luísa de Sousa 27.12.2018

O mais importante é sermos felizes, com ou sem metas, objectivos, desafios. Todos fazem parte da vida. Muitas pessoas (com eu) necessitam ter de fazer esta lista, serve de motivação ao novo, ao renascer, ao voltar a acreditar. Mas fico sempre com bom do ano que passou!!
Imagem de perfil

gatodeloiça 27.12.2018

Eu acho que é uma forma das pessoas se motivarem, para precisamente o que ainda não alcançaram, poderem vir a alcançar. Obviamente que não se consegue tudo num ano, se assim fosse, bastava um ano para realizarmos os nossos sonhos. Às vezes demora uma vida inteira!
Imagem de perfil

omeumaiorsonho 27.12.2018

É verdade chega um ano novo o pessoal anda todo cheio de resoluções, listinhas de objectivos a cumprir mas passado uns dias fica tudo em esquecimento e volta-e novamente À rotina!
Imagem de perfil

omeumaiorsonho 31.12.2018

Passei para desejar um feliz ano novo ;)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor